Para que serve uma plataforma de e-commerce?

Conheça 12 funções para além da venda online

Parece uma pergunta óbvia, não é mesmo? Oras, uma plataforma de e-commerce serve para fazer vendas online! É verdade, mas nem todo mundo sabe que ela é muito mais do que uma simples ferramenta de vendas. Trata-se de um conjunto de serviços prestados, incluindo banco de dados, sistemas e servidores para auxiliar gestores a operarem uma loja virtual por completo – e fazer o negócio alavancar!

Assim como acontece com as lojas físicas, os negócios online exigem um planejamento bem estruturado, com detalhamento de processos e orçamento. Começar um projeto sem levar isso em consideração é meio caminho andado para o fracasso! Dentre as etapas da implementação de um e-commerce, uma das mais importantes é a escolha da plataforma.

É a plataforma de e-commerce escolhida que vai ditar o quanto a integração de outros serviços (pagamento, antifraude, logística, etc.) será fácil, se o cadastro de produtos e o gerenciamento do painel serão intuitivos, se o layout poderá ser configurado para combinar com a sua marca, entre muitas outras variáveis!

    1. Automatizar o processo de vendas por meio do autoatendimento. A figura do vendedor é dispensada e ele passa a ser substituído por uma redação e apresentação encantadora e completa sobre o produto em sua página de descrição. O cliente pode finalizar a compra sozinho.
    2. Organizar o catálogo de produtos, preço e promoções. Os produtos são organizados por meio de categorias (preço, tamanhos, modelos) de modo que o consumidor consiga encontrar o que procura com facilidade. Os banners internos auxiliam o cliente a chegarem a seu destino final sem empecilhos.
    3. Personalizar o layout de acordo com a sua preferência: Uma plataforma de e-commerce possibilita que você edite o site do jeito que preferir, de acordo com a sua identidade. Você seleciona as cores, banners, fonte, entre muitas outras opções.
    4. Viabilizar a comunicação do consumidor por voz, texto ou chat online. Sempre que houver dúvidas sobre o processo de compra e troca ou se o cliente quiser negociar preço e condições, a plataforma também serve como um canal de comunicação. O cliente pode ligar, enviar e-mail ou, muitas vezes, entrar em contato por um chat online.
    5. Organizar todo o conteúdo institucional ou legal da loja. A plataforma também serve como um canal de informação sobre a sua empresa com dados como: quem somos, contatos, políticas de devolução, garantias, selos, etc;
    6. Viabilizar a criação de landing pages e pop-ups de promoção. A criação de landing pages e pop-ups viabilizam a aplicação de estratégias de Inbound Marketing, com o intuito de coletar dados cadastrais, atrair consumidores e melhorar a posição do site em portais de busca.
    7. Controlar as finanças provenientes das vendas online; O controle financeiro pode ser feito por meio de um painel, onde são apresentados dados de compra e venda, provendo ao gestor informações estratégicas sobre sua loja virtual.
    8. Controlar o estoque dos produtos disponíveis na loja virtual. O sistema também deve integrar o controle com os estoques de outras lojas e permitir que o produto somente seja solicitado se ainda estiver disponível em estoque;
    9. Controlar os pedidos e o processo de entrega; A plataforma também controla a expedição dos produtos rumo ao domicílio do cliente; O sistema é capaz, ainda, de enviar alertas de e-mail informando o status do pedido.
    10. Manter o histórico de compras e de intenção de compras dos clientes; A plataforma registra a recorrência de compra dos consumidores e aqueles que abandonaram o carrinho.
    11. Automatizar o pagamento via cartão de crédito, débito e transferência bancária e controlar o  faturamento. Por meio da integração de sistemas de pagamento, o cliente é capaz de finalizar a compra com segurança diretamente no portal e da maneira que preferir. O painel facilita a gestão do faturamento da loja.
    12. Enviar alertas por e-mail sobre o status de seu pedido. O sistema pode ser integrado a ferramentas de e-mail marketing e enviar ao cliente, sempre que necessário, o status do pedido: concluído, a caminho e entregue.

Aliás, você sabe exatamente o que a ferramentas disponibilizadas por uma plataforma de e-commerce podem fazer? Abaixo eu citarei algumas.

Estas são apenas algumas das funcionalidades que podemos elencar quando falamos sobre plataformas de e-commerce. O leque de operações cresce ainda mais em plataformas de e-commerce B2B, que potencializam as vendas entre empresas. Acesse o artigo “Sua plataforma foi desenvolvida para o mercado B2B?” para conhecer as principais funcionalidades.

Saber em qual plataforma de e-commerce você está investindo para o seu negócio online é essencial. Entre em contato com a equipe da Flexy Digital aqui para tirar suas dúvidas e iniciar o seu projeto personalizado!

Para que serve uma plataforma de e-commerce?
Comments ( 5 )
Add Comment
  • E-commerce como oportunidade para agências em 2015

    […] Outro diferencial é que ele funciona tanto no caso do B2C, voltado ao consumidor final (setores de moda e eletrônicos, por exemplo), quanto do B2B, voltando para as vendas entre indústria. É possível, ainda, criar um único endereço de e-commerce que atinjam os dois públicos. Se quiser mais informações, você pode ler nosso post “Para que serve uma plataforma de e-commerce?“. […]

  • E-commerce como oportunidade para agências em 2015

    […] Outro diferencial é que ele funciona tanto no caso do B2C, voltado ao consumidor final (setores de moda e eletrônicos, por exemplo), quanto do B2B, voltando para as vendas entre indústria. É possível, ainda, criar um único endereço de e-commerce que atinjam os dois públicos. Se quiser mais informações, você pode ler nosso post “Para que serve uma plataforma de e-commerce?“. […]

  • Safire de Paul Jardim

    Agradeço a publicação, me ajudou muito.
    Tenho me interessado pelo assunto, primeiramente porque no passado possuía uma loja virtual e agora a empresa em que atuo quer se posicionar nesse novo nicho de mercado com o qual não estamos familiarizados.

    Grata

  • Arnaldo Alves Pacheco – Formado em Administração de Empresas pela Fundação Escola de Comércio Alvares Penteado. Sócio proprietário da empresa Mirage Representação Comercial Ltda Me e dono do site https://www.limphus.com.br e do blog de limphus em https://www.limphus.blog.com.br. Trabalha na comercilaização de produtos químicos para limpeza profissional desde julho de 2000, oferecendo sempre produtos de primeira linha ou seja produtos de altissima qualidade, seu portfolio de marcas representa sempre grandes e excelentes marcas, oferecendo uma experiência exlusiva de compras para seus clientes dando lhes a melhor relação custo/benefício em seus produtos.
    Arnaldo Alves Pacheco

    Os posts são sempre úteis. Tenho um e-commerce e vendo produtos químicos de limpeza profissional. Sempre que tem um novo post no blog da Flex eu corro para dar uma olhada e ver as dicas sempre úteis para qualquer negócio online.