Infográfico | Como aumentar vendas e reduzir custos com uma plataforma de e-commerce?

Entenda como a tecnologia pode contribuir com o lucro do seu negócio.

Diante da instabilidade econômica que assola nosso país, torna-se necessário buscar ações para driblar dificuldades e manter-se ativo no mercado. Uma solução eficaz é a criação de um e-commerce, segmento que insiste em “nadar contra a maré” e ser imune a crises.

Leia Mais

Vendas online: solução em tempos de crise!

E-commerce segue crescendo mesmo com instabilidade econômica

O cenário econômico brasileiro não se encontra em uma fase muito positiva. Juros altos, retração, incerteza política e projeções pessimistas são alguns dos fatores que vêm causando prejuízos em vários setores, fazendo com que empreendedores pensem duas vezes antes de começar a investir. Diante da crise, é necessário buscar ações para driblar dificuldades e manter-se ativo no mercado. A opção eficaz é a criação de um e-commerce, segmento que insiste em “nadar contra a maré” e ser praticamente imune a crises.

Leia Mais

Indústria vendendo por e-commerce. É possível?

Tecnologias maduras permitem o ingresso de indústrias no e-commerce B2B.

A facilidade da pesquisa via internet fez com que o consumidor ficasse mais atento e exigente na busca pelos seus fornecedores. Preços, produtos, prazos de entrega e uma infinidade de critérios para acomodar a compra estão a apenas um clique de distância. Desta forma, cativar este consumidor para efetivar uma venda não é mais um processo de simplesmente visitá-lo ou mandar um cartão de Natal, mas sim, de impactá-lo com uma apresentação consistente e competitiva com seus produtos e serviços. É por isso que até mesmo as indústrias já embarcaram no mercado promissor do comércio eletrônico. Aliás, indústria vendendo por e-commerce não é só possível, mas é também uma realidade.

Leia Mais

13 reclamações comuns de quem está insatisfeito com sua plataforma de e-commerce

Os maiores problemas enfrentados por administradores de e-commerce

Só neste ano, foi grande o número de clientes que nos procuraram com o mesmo problema: insatisfação com a plataforma de e-commerce. Mesmo com suas operações de e-commerce ativas – dos mais variados segmentos – eles ainda possuem diversas dúvidas e enfrentam algumas dificuldades. Destas, quero destacar algumas que ganharam relevância por impactarem agressivamente o rendimento comercial deles. Confira se você se identifica com algumas delas:

Leia Mais

E-commerce B2B: meus clientes vão mesmo fazer pedidos pela internet?

Empresários precisam de praticidade e agilidade

Comprar um novo tablet pela internet, por exemplo, é muito simples comparado a um processo de pesquisa e compra de produtos e serviços B2B. Compradores de negócios possuem vários requisitos, dependendo da sua indústria, do tamanho da empresa, entre muitas outras variáveis, exigindo que a experiência de compra digital seja totalmente diferente de uma venda B2C.

Leia Mais

Como padronizar a intermediação das compras feitas pelos franqueados?

O número de redes no setor de franquias caiu pelo segundo ano seguido, de acordo com balanço anual divulgado no início de 2018 pela Associação Brasileira de Franchising (ABF). Houve uma queda de 6,4% no número de marcas em 2017, em comparação a 2016. Já o total de unidades do setor cresceu 2,4% no mesmo período. Para a ABF, apesar da queda do número de redes, os dados revelam um maior amadurecimento do franchising brasileiro, que passa a atuar com menos marcas porém com mais unidades.

Leia Mais

A plataforma do seu e-commerce foi desenvolvida para o mercado B2B?

Faça o checklist de funcionalidades essenciais

Neste exato momento, centenas de profissionais de tecnologia, marketing e vendas estão à procura de uma solução online para incrementar a receita da empresa, melhorar os processos de vendas e reduzir custos. Eles já entenderam o potencial que o comércio eletrônico tem para tornar isso realidade. Segundo a Gartner, líder mundial em pesquisa e consultoria, até 2018 as empresas que possuírem canais B2B de vendas online aumentarão seu market share e suas receitas em até 25%.

Leia Mais