Como acontecem as atualizações da Plataforma Flexy?

Modelo SaaS permite o aperfeiçoamento contínuo da plataforma de e-commerce.

Quando empreendedores decidem investir em e-commerce, eles só querem saber de uma coisa: foco total nos negócios da loja virtual, sem se envolver muito com a tecnologia da informação. É por isso que as plataformas de e-commerce SaaS (software as a service) têm se tornado tão populares. Nesta modalidade, o trabalho é terceirizado: você contrata uma empresa de tecnologia, que cuidará de todas as demandas da plataforma, enquanto  se dedica ao sucesso do negócio. Delegação de tarefas, flexibilidade, previsibilidade de custos e possibilidade de fazer atualizações são algumas das vantagens. Vamos descobrir como elas são aplicadas?

Para se ter uma loja virtual em funcionamento pleno e com qualidade não basta ter a posse de um software de e-commerce. É necessário uma série de serviços que vão além do código: gestão e atualização do servidor onde o site está hospedado, gestão da segurança do servidor, atualização do código, entre outros. 

Com uma plataforma SaaS, você paga um valor mensal para ter acesso, via a web, ao sistema que se monta o e-commerce, não sendo necessário baixar softwares – já que os dados são armazenados em nuvem – e pelo conjunto de serviços adicionais oferecidos, como por exemplo o suporte de uma equipe especializada que estará à disposição para suporte técnico e atendimento. Dessa maneira, uma plataforma de e-commerce SaaS permite:

1. Flexibilidade e Escalabilidade

Algumas plataformas – e esse é um fator importante no momento de escolher a escolha da plataforma ideal – permitem que, caso o seu negócio tracione e cresça, você possa entrar em contato com o fornecedor e negociar um redimensionamento dos recursos utilizados, podendo assim continuar crescendo com segurança e estabilidade.

2. Previsibilidade de custo

Além de reduzir as despesas – sem precisar contratar uma equipe completa de TI -, há a previsibilidade de custos, já que você saberá exatamente quanto deverá pagar pela utilização da plataforma todo mês.

3. Customização

Os níveis de liberdade para customização variam de plataforma a plataforma mas, de forma geral, os desenvolvedores dessas soluções costumam agregar muitas funcionalidades para servirem como diferenciais. Algumas podem já fazer parte de seu pacote de recursos contratado e, caso não façam, os custos não são altos. Elas também já são adaptadas à plataforma de modo que os ajustes se tornam mais rápidos.

4. Atualizações

As atualizações são gratuitas e realizadas periodicamente. Falhas, bugs, brechas, entre outros problemas são corrigidos constantemente, tornando a plataforma SaaS cada vez mais segura e sintonizada com as principais tendências tecnológicas do mercado.

Como o mesmo sistema é disponibilizado para todos os clientes da plataforma, há a possibilidade do levantamento de melhorias e identificação de falhas mesmo antes que o próprio lojista perceba esses pontos. Portanto, o modelo SaaS permite um processo de aperfeiçoamento contínuo a partir das demandas dos usuários e do mercado.

Na prática: como acontecem as atualizações da Plataforma Flexy?

Aqui na Flexy digital trabalhamos com a modalidade SaaS, portanto, lidamos diariamente com as atualizações, correções e melhorias da plataforma. Inclusive, publicamos com frequência essas mudanças em nosso blog.

As atualizações e inovações do sistema dependem de cada plataforma. A maioria delas não permite customizações e desenvolvimentos extras para atender determinados escopos de projetos. Na plataforma Flexy, elas seguem basicamente duas linhas: 

1. Conforme necessidade de atualização do produto para atender o mercado e necessidades dos clientes, mantendo o valor da empresa de inovação constante. 

2. Através de desenvolvimento patrocinado pelo cliente – um dos grandes diferenciais da Flexy. Caso um cliente tenha uma necessidade específica que não é atendida com as funcionalidades atuais da plataforma, pode contratar esse desenvolvimento adicional.

O fluxo de desenvolvimento acontece da seguinte maneira: 

1 – Análise

Uma análise é feita para entender como fazer e reproduzir a atualização no código atual da plataforma.

2 – Desenvolvimento

O desenvolvedor reproduz o bug e corrige o problema, marcando o ticket como “concluído”.  

3 – Realização de testes

Basicamente dois tipos de testes são realizados: os testes automatizados e os testes unitários. O objetivo é simular todos os cenários possíveis e verificar se o sistema funciona como o esperado. Se alguma coisa não funcionar como previsto nesta etapa, é necessário voltar para a etapa anterior, o desenvolvimento, onde os ajustes necessários serão realizados. 

4 – Preparação para o deploy

Depois da fase de testes, a nova funcionalidade está pronta para ir ao ar. Aqui, todas as novas funcionalidades são reunidas e enviadas para o servidor de homologação, que simula o ambiente de produção. Aqui, mais uma vez, o objetivo é verificar se o sistema continua se comportando conforme o esperado com as atualizações, ou se alguma instabilidade ou erro é identificado.

5 – Deploy

Atualização de códigos escritos internamente. Nesta etapa ocorre de fato a atualização dos códigos do sistema. Os servidores de produção contém os códigos da plataforma compartilhados por todos os usuários, assim, no momento do deploy, todos recebem as novas funcionalidades ou atualizações do sistema. 

“A nova atualização deve valer para todos os clientes, já que o código é compartilhado, salvo em casos onde o desenvolvimento tem aplicabilidade restrita. Como uma funcionalidade específica para marketplaces, por exemplo, que, portanto, não estará disponível para clientes que utilizam a versão B2B”, explica Cassiano Tartari, gerente de produto da Flexy. 

Mesmo com a possibilidade de um desenvolvimento patrocinado, é importante frisar que não basta querer uma nova funcionalidade e pagar por isso para que a mesma seja desenvolvida, a novidade precisa fazer sentido e agregar valor para todos os clientes.

Em se tratando de plataformas de e-commerce SaaS, há sempre muitos avanços visando ao atendimento de um mercado cada vez mais exigente e necessitado de atualizações rápidas e eficientes. Considere contratar uma empresa que possa aplicar essas mudanças sempre que for necessário!

A Flexy, além de ser uma plataforma robusta e versátil, tem entre seus valores o compromisso com inovação constante. Uma equipe especializada de desenvolvedores está sempre em busca da manutenção e atualização do sistema, entregando uma plataforma cada vez mais completa para seus clientes. Se quiser conhecer mais sobre a plataforma e serviços da Flexy, clique aqui e visite o nosso site!

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Você também pode gostar