3 estratégias para ampliar vendas online em cadeias industriais

Usando o e-commerce sem conflitos de canal

Desde a extração da matéria-prima, a produção e a distribuição de um produto até a venda ao consumidor final há uma série de etapas que chamamos de cadeias produtivas. Muitos agentes estão envolvidos nesse processo de vendas, por isso, conciliar os interesses de cada um deles pode ser um desafio. Ao mesmo tempo em que você deseja ampliar suas vendas, adicionando um canal online, também precisa manter sua rede de relacionamento intacta e sem conflito: é preciso que todos saiam ganhando! Pensando nisso, eu listei três estratégias que você pode utilizar em sua indústria para estimular suas vendas com o suporte de um e-commerce.

1. Prestigiar as revendas que compram com maior frequência e maior volume.

A sessão “onde comprar”, exibida em seu site, pode ter um grande valor para muitos lojistas e distribuidores. Afinal, se a marca da sua indústria é reconhecida e consagrada pelo consumidor final, não é incomum que ele procure seus produtos no site para descobrir os pontos de venda mais próximos.

Algumas indústrias exibem sua lista de revenda do site por ordem alfabética, já que não existe uma ordem certa para esse tipo de listagem. Recentemente, indústrias têxteis, como a Lepper, decidiram priorizar clientes revendedores que compram em maior volume e maior frequência, colocando-os em primeiro lugar. Esse tipo de política permite que o consumidor final encontre mais facilmente o seu produto no mercado de lojas físicas e estimula a sua revenda a manter maior recorrência nas compras.

2. Disponibilizar o catálogo completo de produtos.

Tanto para o cliente final quanto para o revendedor, ter acesso a um catálogo online onde ele possa consultar produtos, características, valores, peças, entre outros, é essencial. É igualmente importante que esse catálogo de produtos seja de fácil navegação e tenha a possibilidade de realizar pesquisas por termos. Caso contrário, será necessário que todos saibam os códigos de cada produto, o que pode acabar prejudicando seu negócio. Outra vantagem é que esse catálogo pode amparar visualmente as vendas realizadas por telefone.

3. Desenvolver um shopping online da sua marca.

Nesse novo canal de vendas é possível concentrar seus revendedores de diferentes regiões, disponibilizando uma tecnologia completa de e-commerce para que eles também vendam ao consumidor final. Dessa forma você:

  • Não ofende a cadeia industrial;
  • Não cria conflitos de canal;
  • Oferece mais um canal para quem já fazia vendas físicas;
  • Fornece os produtos ​cadastrados com os padrões exigidos pelo seu departamento de marketing, diminuindo a chance de sua marca ser mal exibida diante do consumidor final​.

Esse processo é conhecido como e-commerce descentralizado, que conhecemos como marketplace. Eu já elaborei um material completo que fala sobre o assunto. Baixe aqui para aprofundar o seu conhecimento.

O que você acha dessas estratégias​? Elas podem ajudar a ampliar as vendas on-line em suas cadeias industriais? Deixe um comentário abaixo!

Veja também!

Cristiano Chaussard

Especialista em E-commerce no Atacado, Marketing de Relacionamento e CRM pela ESPM e Gestão da Inovação pela USP, Fundador e Diretor de Expansão da Flexy Digital e Presidente ABComm/SC (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico em Santa Catarina).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.