e-commerce pode optar pelo Simples Nacional

O e-commerce pode optar pelo Simples Nacional ?

A serie E-commerce FAQ, responde algumas das perguntas comuns sobre praticas e tributação no e-commerce, com ajuda do SEBRAE. A terceira questão é: A atividade de e-commerce pode optar pelo Simples Nacional ?

Você provavelmente ja teve ou têm alguma dúvida sobre alguns aspectos do e-commerce, mesmo que você seja um profissional da área há bastante tempo, sempre existem desafios no nosso dia a dia quais precisamos pesquisar para saber um pouco mais sobre o assunto.

Ao longo das próximas postagens, iremos com ajuda do SEBRAE, responder algumas questões que são feitas constantemente nas nossas conversas.

Esperamos que seja de bom proveito. 😀

Bem vindo ao E-commerce FAQ

#3. A atividade de e-commerce pode optar pelo Simples Nacional ?

O comércio varejista e atacadista de bens pode optar pelo Simples Nacional. Nesse caso, a pessoa jurídica optante deverá recolher um percentual que varia conforme a sua média de faturamento dos últimos doze meses. Esse percentual pode variar de 4% a 11,61% (Anexo I da Lei Complementar no 123/006).

Nos casos das atividades de e-commerce em que há marketplace, ou seja, prestadores de serviços que apenas disponibilizam ambiente virtual para vendas de terceiros, a atividade de intermediação de negócios é vedada para opção do Simples Nacional (artigo 17, XI, da Lei Complementar no 123/006) até 31/12/2014, devendo então optar pela tributação com base no lucro presumido ou lucro real.

A partir de 01/01/2015, com a entrada em vigor da Lei Complementar no 147/2014, essa restrição deixa de existir, permanecendo apenas vedação da opção em função do faturamento (máximo de R$ 3.600.000,00). O percentual, no caso de serviços de intermediação de negócios, vai variar de 16,93% a 22,45% (Anexo VI, novo em relação à Lei Complementar no 123/006).

No caso do MEI, poderá optar pelo comércio varejista, cujo recolhimento mensal será um valor representado a seguir:

MEIs – Atividades de

Valores a recolher em 2016

INSS – R$

ICMS/ISS – R$

Total – R$

Comércio e/ou Indústria – ICMS

44,00

1

45,00

Prestação de Serviço – ISS

44,00

5

49,00

Comércio e Serviços – ICMS e ISS

44,00

6

50,00

Caso queira saber mais, entre em contato com nossos especialistas.

Você tem mais alguma dúvida qual podemos ajudar?

Comente abaixo que podemos fazer uma nova postagem respondendo sua dúvida.

Comentar

One thought to “O e-commerce pode optar pelo Simples Nacional ?”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Você também pode gostar