Em quanto tempo consigo colocar meu e-commerce no ar?

Complexidade, experiência e organização são determinantes.

Empresários de todos os segmentos já entenderam o potencial que o e-commerce tem para ampliar as vendas. Não é por menos: em 2018, o comércio eletrônico faturou R$ 53,2 bilhões no Brasil, alta de 12% em relação ao ano anterior, segundo dados da E-bit-Nielsen. E quem quer ganhar dinheiro tem pressa! É por isso que a pergunta “Em quanto tempo consigo colocar meu e-commerce no ar?” é uma das mais comuns entre aqueles que planejam criar uma loja virtual.

Parece óbvio dizer, mas o tempo para um e-commerce entrar no ar depende da complexidade do projeto e da quantidade de pessoas envolvidas nele. Um site institucional que não realiza vendas, por exemplo, pode levar algumas semanas, principalmente se o conteúdo já estiver pronto. Bastam que os textos e o layout sejam desenvolvidos e que o programador faça as configurações necessárias para colocá-lo no ar. Em se tratando de um e-commerce, o cenário é diferente. Afinal, estamos falando de um site que realiza transações financeiras, lida com estoques, cadastro de produtos, logística, entrega, cálculo de impostos, entre outros.

Isso tudo quer dizer que colocar um site no ar não depende somente do desenvolvedor da plataforma. Aqui na Flexy, por exemplo, a parte do software é entregue imediatamente após o contrato assinado, já que a tecnologia já está pronta e totalmente desenvolvida. A partir daí iniciam-se as etapas de implementação da plataforma. Para tal, conta-se com o trabalho de diversos outros fornecedores, com funções e responsabilidades específicas. A distribuição das tarefas e os prazos estipulados determinarão o tempo final da entrega.

O Guia do E-commerce, publicado pela ABRADI/SP, em 2018, dividiu o e-commerce em 12 pilares diferentes, que você pode conferir na ilustração abaixo. Imagine que cada um deles seja feito por um profissional ou empresa diferente. São muitas tarefas para organizar, né?

12 pilares de um e-commerce de sucesso | Guia do E-commerce – ABRADI/SP (2018)

Tamanha variedade não significa que plataforma seja menos importante. Muito pelo contrário, fazer uma escolha certeira é crucial para garantir que o e-commerce vá ao ar o mais rápido possível. Isso por dois motivos:

  1. Uma plataforma pronta e madura torna os processos de configuração de produtos, integração ERP, gateway de pagamentos, cálculo de impostos, entre outros, muito mais fácil e rápido.
  2. Algumas empresas de tecnologia oferecem – além da plataforma – o serviço de acompanhamento da implantação do e-commerce, que auxilia na gestão do projeto e organização do cronograma.

Suporte e organização do cronograma

De nada adianta ter um fornecedor especializado para cada função, se eles não estão alinhados com o cronograma de entrega. Cada solução precisa de um tempo específico de desenvolvimento. Todas elas precisam estar bem detalhadas no planejamento, com data, tempo de produção e prazo de entrega, e devem ser compartilhadas com todos.  

Esse alinhamento evita possíveis “empurra-empurras” durante a implantação, já que certas configurações dependem de outras para serem definidas. Por exemplo: só é possível realizar o cadastro de produto se as fotos do mesmo já estiverem prontas.

Ainda que nem todas as responsabilidades sejam destinadas à fornecedora de tecnologia, é possível que ela ofereça suporte na organização de boa parte do trabalho. Na Flexy Digital, utilizamos nossa expertise para esclarecer dúvidas e antecipar problemas, incluindo o projeto no sistema de gestão de implantação – um acompanhamento premium que auxilia no desenvolvimento do cronograma e faz alertas sobre fornecedores que estejam desalinhados.

Como o processo para implementar sua plataforma depende de vários fornecedores e é feito por diversas etapas – kick-off, configurações, layout, integração, homologação e publicação -, os especialistas da Flexy poderão acompanhar o seu projeto em todas elas: desde o início até a publicação final e, claro, prestando suporte após a implementação.

#

Como mencionei anteriormente, o tempo de implantação para projetos de e-commerce pode variar muito. Na Flexy, onde a tecnologia já está pronta e madura, a média fica em torno de 60 a 90 dias. Certos projetos podem ser colocados no ar em até 30 dias, enquanto outros podem levar mais do que 120 dias. 

O seu projeto está levando mais tempo do que o esperado? Entenda por que no artigo: Meu projeto de e-commerce não fica pronto nunca: o que pode estar errado?

No final, o tempo necessário para colocar seu e-commerce no ar dependerá principalmente de uma boa gestão do projeto, qualidade dos prestadores de serviço contratados, dedicação da sua equipe e complexidade do projeto. Entre em contato com um especialista da Flexy aqui para fazermos uma análise do seu projeto.

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Você também pode gostar