Sem divulgação, seu e-commerce não sairá do lugar.

Considere verba para marketing em seu planejamento inicial

Os números expressivos de crescimento do setor de e-commerce –no primeiro semestre de 2018 o faturamento foi de R$ 23,6 bilhões, uma alta de 12% em relação ao mesmo período de 2017 (E-bit, 2018) – escondem uma realidade bastante cruel e pouco falada nos conteúdos voltados para o tema. No Brasil, um terço das empresas virtuais fecha ou quebra antes de completar dois anos, segundo um estudo da Câmara E-net. Entre os motivos que contribuem com essa taxa de mortalidade, valor superior ao das lojas físicas, está a falta de investimento em divulgação.

Muitos empreendedores ainda têm a errônea ideia de que ter um e-commerce por si só já é suficiente para gerar lucro. O baixo investimento inicial para criar uma loja virtual, em comparação ao de uma loja física, cria essa ilusão de que basta disponibilizar os produtos na internet para que as pessoas os encontrem, as vendas aconteçam e a loja comece a faturar. Infelizmente, essa não é a realidade.

Quando um comerciante investe em uma loja física, por exemplo, ele está em busca de um excelente ponto de vendas. Para ter sucesso, essa loja precisa ter uma boa localização, precisa ser de fácil acesso, de preferência com estacionamento disponível, em lugares com grande circulação de pessoas e em uma boa vizinhança. Todos esses fatores determinam o preço final desse ponto. Isto é, o lojista paga por um local cuja reputação já foi construída anteriormente.

No universo online, a visibilidade é a mesma para todos. Nenhum site que vai ao ar já é conhecido e consagrado pelo público. Para construir essa reputação, é necessário divulgá-lo. Esse é o único caminho. É aconselhável que o valor investido em um bom ponto de vendas, no caso de uma loja física, seja o mesmo utilizado para tornar sua loja virtual conhecida. Vale a pena analisar: quanto custaria um ponto de vendas ideal? Considere esse valor para a divulgação do seu portal, dividindo-o no período de um ano. Sim, é preciso investir de verdade!

É neste cenário que o marketing entra em ação. Além do planejamento, da escolha da plataforma e da elaboração de conteúdo, o investimento em marketing é um dos pilares cruciais para se criar um e-commerce de sucesso. É preciso encontrar maneiras de fazer com o que as pessoas conheçam o seu produto, acessem o seu site e que ele seja encontrado com facilidade nos mecanismos de busca.

No e-commerce, o objetivo principal é auxiliar na conversão de vendas, que é a venda propriamente dita.  É necessário gerar tráfego (visitas!) no seu endereço eletrônico e promover ações para que o cliente, ao entrar na loja virtual, não saia sem ter comprado algum produto e que também volte no futuro.  Se não incluirmos estratégias para que isso aconteça, sua venda online não sairá do lugar! Para isso, há alguns caminhos:

1. Mídias Pagas

Como forma de obter aquisição de tráfego, existem hoje diversas ferramentas de divulgação online que utilizam sua base de contato para alcançar públicos específicos (delimitados pelo anunciante).

  • Links Patrocinados: anúncios exibidos em sites de busca, como o Google, com espaço pré-determinado de texto exibidos na página principal. Esses anúncios são configurados por meio de palavras-chave associadas aos “termos de pesquisa”, aquilo que os internautas digitam quando estão em busca de algo.
  • Facebook Ads: o Facebook Ads é considerado uma das mídias mais efetivas para o marketing digital. Um dos principais motivos é que permite várias escolhas de segmentação, tais como localização e perfil do consumidor. A mídia também inclui anúncios para o Instagram.

Há também anúncios “Displays” na ferramenta do Google Ads, Twitter, Linkedin Ads, Youtube, entre outros!

2. SEO

Todo e-commerce deve investir em uma boa técnica de SEO – Search Engine Optimization ou mecanismo de otimização da busca. É o SEO que faz com que o cliente chegue até o site de forma orgânica. A configuração de SEO começa desde o planejamento do seu site. Para entender melhor, leia também: 5 dias essenciais de SEO para e-commerce.

 3. Mídias Sociais

As redes sociais são extremamente eficientes para e-commerces de nicho, pois podem alcançar um público consumidor seleto e gerar bons resultados. Utilizando o perfil ou a página da empresa, é possível também prestar atendimento aos clientes, divulgar produtos, promoções, novidades e utilizar o poder dos influenciadores. Entre as principais redes sociais e redes de influencers estão o Facebook, Whatsapp, Instagram, Pinterest, Twitter, LinkedIn, SnapChat, Vibe e etc.

4. E-mail Marketing

O e-mail marketing ainda é uma das formas mais eficientes de vendas no e-commerce. Estudos mostram que, em 2016, o ROI médio do E-mail Marketing foi de 4,16%, ou seja, quatro vezes mais retorno do que o valor que foi investido, enquanto o ROI de investimento em buscadores como o Google foi de 2,64% e em mídias sociais o resultado foi ainda menor, 0,48%. (Email Statistics Report, 2015-2019 | The Radicati Group, INC).

 5. Inboud

Uma das formas de criar uma base de clientes potenciais e engajados no e-commerce é gerar conteúdos relevantes com dicas, listas, comparativos e informações para suprir anseios e ajudar na decisão de compra desses futuros clientes. Este tipo de conteúdo é chamado de InBound Marketing.

#

Segundo uma pesquisa do SEBRAE, os e-commerces brasileiros gastam 13% do faturamento com marketing. Mas, este valor está relacionado com o percentual de vendas de uma loja já estabelecida. Se a sua loja foi recém-criada e ainda não é conhecida pelo público, considere as dicas que dei no início do artigo.

Leia também: Diminua custos de comercialização com as vendas online

Não há milagres, nem fórmulas mágicas: seu e-commerce só começará a realizar vendas quando você começar a trabalhar para que isso aconteça.  Pesquise, estude e conte com a ajuda de especialistas em marketing digital. Além de oferecer uma plataforma de e-commerce robusta, Flexy Digital possui uma lista de empresas parceiras que poderão ajudar você a alavancar as vendas. Entre em contato aqui.

Veja também!

Cristiano Chaussard

Especialista em E-commerce no Atacado, Marketing de Relacionamento e CRM pela ESPM e Gestão da Inovação pela USP, Fundador e Diretor de Expansão da Flexy Digital e Presidente ABComm/SC (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico em Santa Catarina).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.