black friday no e-commerce

Black Friday: quais as vantagens de aderir às promoções relâmpago?

O próximo dia 28 de novembro tem tudo para ser histórico para o comércio eletrônico brasileiro. A expectativa é que se movimente mais de R$ 1 bilhão durante a Black Friday somente no Brasil. Apesar da ânsia pelas vendas online muitas vezes leve os varejistas a extrapolarem nas promoções e não serem verdadeiros nas ações, se você mantém uma loja na internet, precisa estar preparado para não ficar para trás neste dia. Por isso, é importante pensar em detalhes técnicos para que tudo corra bem na sua loja e que o cliente não saia desapontado ao acessá-la na sexta-feira.

Primeiro, é preciso tomar cuidado para não sobrecarregar os servidores que hospedam a loja durante o pico de acessos neste dia. Se você não está muito certo da qualidade dos servidores e da plataforma de e-commerce contratada, evite um grande acúmulo de pessoas ao mesmo tempo na sua loja online. Certamente, não é isso que você deseja para esta data, pelo contrário. Você espera muitos clientes na sua loja. Mas é desejável um fluxo de pessoas controlável neste momento, do que ninguém conseguir comprar devido a limitações na plataforma de e-commerce.

Na Black Friday, para não perder a rentabilidade da loja é importante também não fazer promoções em todos os produtos. Uma boa estratégia é selecionar os produtos que tem menor giro de vendas na loja online, os menos atrativos, e colocar um desconto considerável. Em alguns casos, varejistas costumam computar descontos até abaixo da margem de lucro. O objetivo é este produto atrair a atenção dos consumidores para o site e, assim, mostrar os outros produtos da loja. Para esta estratégia ser eficiente, é interessante que seja criada uma categoria própria aos produtos com descontos, ou um hotsite específico para itens etiquetados padrão Black Friday.

Um erro cometido por muitos comerciantes na internet é pensar que é possível estender a Black Friday por uma semana. Não! A Black Friday é uma ação promocional de impulso. Ou seja, é forçada em um tempo curto, para ganhar o consumidor pela emoção, na pegada de uma grande promoção. O Black Friday não deixa o cliente pensar por muito tempo. Portanto, não estenda a promoção por mais de um dia. Esta regra é inflexível: Black Friday é só na sexta-feira.

Os Estados Unidos já fazem ações de Black Friday com maestria, enquanto que no Brasil ainda está se aprendendo sobre o assunto. Isso não quer dizer que você vai ficar de fora da oportunidade.

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Você também pode gostar