migração de ecommerce

Migração da plataforma de e-commerce: os desafios de quem precisa fazer a troca

Não é incomum encontrar entre lojistas virtuais quem precise ou já tenha passado por uma migração de e-commerce. Em projetos ainda pequenos, geralmente os empreendedores optam por uma plataforma mais simples que comporta a operação inicial. Porém o pensamento de mudar de plataforma com o crescimento pode trazer dor de cabeça.  

Escolher a melhor plataforma é um passo fundamental para conquistar sucesso nas vendas. Isso porque, as lojas virtuais possuem operações complexas e particularidades que exigem sistemas robustos. 

Um dos maiores erros de muitos lojistas virtuais é tentar economizar ao escolher o sistema que utilizará para suas vendas. Para evitar transtornos ao escolher uma plataforma ou fazer a migração de e-commerce é preciso avaliar:

  • Quantidade de recursos e funcionalidades do sistema;
  • Gerenciamento de pedidos; 
  • Atualização de estoque 
  • Compatibilidade com seu modelo de negócio;
  • Integração com outros sistemas.

Neste post, vamos falar sobre os desafios de quem precisa realizar a migração de e-commerce entre duas plataformas diferentes. Continue a leitura para entender a importância de fazer a escolha certa desde o início!

O que é migração de e-commerce? 

A migração de e-commerce é a transferência da sua loja online para outra plataforma. Geralmente a decisão está atrelada a mais funcionalidades, layout, gerenciamento de pedidos e tráfego intenso. 

Como dissemos, é natural buscar soluções mais simplificadas para iniciar a operação. No entanto, é necessário considerar que sua loja irá crescer e precisará de novas ferramentas compatíveis com o tamanho de sua operação. Há plataformas que já preveem esse tipo de situação, acompanham o crescimento do seu projeto, e assim você não precisa fazer a migração de e-commerce.  

O que devo considerar ao migrar a plataforma? 

Antes de fazer a migração de e-commerce, é necessário se planejar junto aos seus colaboradores e à equipe de operação do novo sistema. Nesta fase devem ser consideradas as etapas da migração, maneira de realizá-las, os responsáveis por cada tarefa e prazos. Selecionamos alguns pontos aos quais você precisa estar atento: 

Tecnologia

Além de conhecer e verificar as funcionalidades que você espera na nova plataforma, é importante entender se a tecnologia oferecida suporta seu tipo de operação. Uma infraestrutura de servidores robusta é necessária para manter seu e-commerce no ar mesmo em dias com picos de acesso.

Itens como integrações, segurança, meios de pagamento, listas de preço são essenciais. Ainda, a possibilidade de personalização de layout é um item importante para deixar seu novo site com a sua cara.

Backup

Informe-se sobre como é realizado o backup das informações de seus clientes, histórico de pedidos, listas de preços, cadastro de produtos e todo o conteúdo do seu e-commerce. Isso porque a dor de cabeça em caso de perda dessas informações pode ser bem grande!

Layout

Verifique junto à nova plataforma a possibilidade de personalização do seu layout. Se for possível, contrate um webdesigner para lhe auxiliar na transposição. Afinal, pode causar estranheza aos seus clientes tantas mudanças, já que a identidade visual também é uma identificação da sua marca.

Segurança

Para que a migração de e-commerce ocorra com sucesso, é necessário verificar se o novo ambiente possui certificados de segurança. Além disso, verifique a compatibilidade dos seus certificados com os do novo sistema. 

Isto é necessário para evitar que os dados vazem ou se percam neste processo de transição ou que sua loja perca vendas. O certificado SSL, por exemplo, leva até 24 horas para ser ativado novamente, o que poderia mostrar sua loja como ambiente sem segurança. 

Para evitar desconfianças, comunique seus clientes e consumidores sobre a migração. 

Preocupações para tornar a migração menos dolorosa

Se a única saída é mesmo fazer a migração de e-commerce para outra plataforma, esteja preparado para a mudança. O processo não é simples nem rápido, e exige paciência. Entenda as dificuldades que você pode enfrentar com a mudança e algumas medidas para evitá-las:

Relevância nos mecanismos de busca

Uma das principais preocupações de quem tem uma loja virtual é a posição nos sites de busca, como o Google. A quantidade de visitas, o tempo que cada usuário gasta na página, a qualidade do conteúdo, responsividade, entre outros fatores, determinam seu posicionamento no ranking.

Toda essa indexação orgânica conquistada em anos de trabalho está registrada no endereço do seu site. Já imaginou perder todo esse histórico e a relevância adquirida?

Durante a migração de plataforma normalmente a estrutura da URL acaba mudando, já que cada plataforma de e-commerce tem o seu modelo de URL amigável. Com isso, as páginas do e-commerce já estão indexadas nos buscadores, fazendo com que o cliente seja enviado para uma página que não existe, caso não seja feito o redirecionamento na migração. 

Isso faz com que o Google diminua o ranking desse site que, em consequência disso, perde relevância nos resultados de pesquisa.

Para evitar esse problema, é preciso utilizar a solução de redirect 301. Ela garante que as pessoas que digitarem o endereço antigo sejam direcionadas para o novo endereço. 

O redirect 301 também impede que ocorram duplicações de sites como, por exemplo, “seusite.com.br” e “www.seusite.com.br“, além de preservar a autoridade de domínio já adquirida na primeira URL.

Reconstrução da categoria de produtos

A reconstrução de toda a árvore de categorias de produtos do site e o próprio cadastro dos produtos pode ser um problema. Se o cliente não utilizar uma solução de ERP, que permita fácil integração, esse processo deverá ser feito de forma manual, ou seja, produto a produto.

Os ERP’s são softwares que integram dados e processos de uma empresa em um único sistema. Assim, é possível capturar automaticamente os pedidos que entram em seu e-commerce, além dos dados de clientes e produtos comprados.

Nas plataformas que possuem integração perfeita entre ERP e e-commerce, a operação é toda centralizada. Dessa forma, é possível acompanhar o estoque, cadastros de clientes e produtos, vendas e desempenho do time comercial. 

Esse tipo de sistema também torna o processo de migração de uma plataforma para outra muito mais fácil – já que ele pode ser feito de forma automática. 

Cadastro de usuários

Outro problema que pode ocorrer durante a migração de e-commerce está no cadastro de usuários. Isso porque cada plataforma criptografa dados e, muitas vezes, parte das informações se perde quando exportamos a tabela de clientes com os dados de cadastro.

Senhas de clientes e histórico de pedidos realizados na antiga plataforma são informações que podem se perder no processo. É recomendável que a equipe de TI encontre alguma forma de disponibilizar para os clientes uma maneira de consultar os antigos pedidos feitos na plataforma anterior.

Tempo

Quanto tempo é preciso para migrar de uma plataforma para outra? Essa é uma dúvida bastante comum. Tudo depende de quanto tempo você tem disponível para se dedicar a essa tarefa. 

A migração de dados é sempre um processo trabalhoso, por isso é necessário paciência e atenção aos detalhes. Esta é uma oportunidade que você tem de não cometer os mesmos erros cometidos anteriormente.

Insegurança

Depois de uma experiência negativa, fica difícil acreditar que tudo vai ocorrer bem. Com a escolha de uma plataforma robusta e madura, você não precisará passar por esse processo doloroso novamente. Anote todos os cuidados que você precisa tomar e escolha fornecedores de confiança que te darão apoio durante o processo!

Gostou das nossas dicas? O ideal da Flexy é facilitar a migração de e-commerce para uma plataforma mais adequada, onde seu e-commerce possa trabalhar a todo vapor e em segurança, com uma tecnologia pronta! 

A plataforma Flexy possui uma tecnologia robusta que vem sendo aprimorada ao longo dos mais de 8 anos de mercado. São diversas funcionalidades capazes de atender diferentes modelos de projeto. 

Sabemos que estes itens podem otimizar suas vendas e alavancar seu negócio. Queremos tornar a sua migração tranquila e seu e-commerce um sucesso! Conheça nossa solução E-commerce B2C e aumente sua performance!

Comentar

2 thoughts to “Migração da plataforma de e-commerce: os desafios de quem precisa fazer a troca”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Você também pode gostar