franquias

Como elaborar um plano de expansão para franquias? 7 dicas para fazer sua marca crescer com sucesso

Para crescer no mercado de franquias, buscar aperfeiçoamento e boas relações é essencial. O franchising é um dos setores mais promissores e vem crescendo todos os anos, aumentando o número de marcas no mercado e o seu desempenho em geral. 

Isso é feito por meio do processo de expansão de franquias, que proporciona uma replicação da marca em diferentes locais. Para realizar o processo de expansão, a rede precisa estar formatada e preparada para manter sob controle as diferentes operações. 

Sendo assim, preparamos essas dicas para ajudar você a se preparar para elaborar um plano de expansão para sua rede. Assim, você vai poder ter um panorama maior do que analisar para expandir seu negócio com eficiência e mantendo a qualidade da sua marca. 

Confira abaixo as melhores dicas para realizar um plano de expansão de franquias eficiente.

1 – Realize um planejamento financeiro 

Ter as finanças do seu negócio em dia é essencial para iniciar um processo de expansão. Realizar um orçamento que preveja todos os gastos de expandir uma franquia é necessário para que não haja prejuízos e riscos para a rede. 

Nesse planejamento, devem constar os custos com treinamento de franqueados, prestação de suporte, contrato com fornecedores, gastos jurídicos e etc. É recomendável ter um bom capital de giro disponível, pois assim você previne sua rede em casos de emergências e gastos imprevistos. 

No caso de sua marca estiver sendo formatada para expansão como franquia, é necessário realizar uma análise de franqueabilidade. Esse processo irá identificar a estrutura do seu negócio e quais as principais mudanças necessárias para que seja possível expandir. 

No entanto, se seu negócio já estiver formatado em um formato vendável de franquia, pode-se planejar o melhor modelo de expansão. Esses modelos são as estratégias por qual sua rede irá iniciar a expansão, como no crescimento em espiral, por exemplo. Nesse modelo, sua rede inicia expandindo em locais próximos à matriz e vai alargando a sua área de atuação com o tempo. 

2 – Prepare sua rede juridicamente

Ter um respaldo jurídico é mais do que recomendado no mercado de franquias, é obrigatório! O mercado é regulado atualmente pela Lei 13.966/19 e possui direcionamentos específicos para atuar em formato de franchising. 

O relacionamento entre franqueador e franqueado é baseado nas definições desta lei que institui as obrigações e direitos de cada um. Os principais documentos que regulam os processos de expansão de franquias são a Circular Oferta de Franquia (COF), o Pré-contrato e o Contrato de franquia

  • A COF: a COF é responsável por detalhar todas as informações da rede. Este documento contém informações sobre a operação da rede, padrões, definições do franqueador, histórico de franqueados e etc. 
  • O Pré-Contrato: este é um documento provisório e que deve ser assinado por franqueador e franqueado. Ele prevê as principais informações do contrato definitivo e serve como respaldo caso uma das partes desista do negócio. 
  • Contrato de franquia: documento completo e robusto, que informa todos os deveres e direitos de ambas as partes. 

Ao formular esses documentos, é necessário atentar a todos os pontos que envolvem a operação do franqueado. Assim como é preciso firmar compromisso com prestar o suporte necessário e cumprir com as obrigações como franqueador. 

Uma boa forma de formular esses documentos é por meio da consultoria de formatação. Esse serviço ajuda a rever todos os pontos que não podem ficar de fora dos documentos e também a manter uma proteção contra riscos. 

3 – Desenvolva um know-how qualificado 

Grande parte da característica do franchising está na padronização de todas as unidades de uma rede. O que chama a atenção para marcas de referência é a forma como é possível oferecer a mesma qualidade em diferentes lugares. 

Isso é possível graças às matrizes de know-how desenvolvidas pela marca. O know-how é toda a fórmula de gestão, produção, atendimento e operação geral da rede. Isso deve ser bem característico de cada marca e bem definido para que haja sucesso na expansão.

Portanto, invista em uma boa estruturação da sua forma de operar a rede. Desenvolva um modelo de gestão e operação próprio e característico. Além de proporcionar uma maior padronização à sua rede, também irá atrair novos investidores. 

É essencial desenvolver e replicar um know-how de sucesso ao realizar um plano de expansão. Além de reproduzir os modelos que deram certo, é importante também estar sempre se atualizando com as tendências do mercado, adotando novas tecnologias e modelos gerenciais. 

4 – Estabeleça uma boa comunicação com sua rede

Uma rede de franquias não obtém êxito em sua operação se tiver falhas comunicacionais internamente e externamente. Uma comunicação assertiva entre franqueado e franqueador é essencial para manter engajamento e controle sobre as operações. 

Engajamento de franqueados é essencial para que sua franquia expanda mantendo os padrões da rede. Para isso, é preciso desenvolver um bom processo comunicacional dentro da rede. 

A comunicação com fornecedores também é outro ponto fundamental na hora de colocar em prática um plano de expansão para sua rede. Manter as unidades em expansão abastecidas e com a mesma qualidade dos produtos, é preciso ter eficiência na comunicação os fornecedores homologados da rede. 

Sendo assim, a integração na comunicação de uma franquia é fundamental. Manter toda a rede conectada é uma das principais formas de manter controle sobre a gestão da rede. Uma forma de fazer isso é por meio de sistemas para franquias que oferecem serviço de comunicação com franqueados e fornecedores de forma unificada. 

5 – Elabore treinamentos para franqueados

Um processo de expansão de uma franquia demanda um ótimo controle gerencial da franqueadora. Afinal, manter o padrão de qualidade e a identidade da marca é algo que demanda esforço do franqueador. Para isso que servem os programas de treinamento. 

Após ter um know-how bem definido e testado, é preciso transmitir esse conhecimento aos franqueados. Ao expandir sua rede, realizar treinamentos com os novos franqueados é fundamental para que ele adquira o know-how da rede e o aplique. 

Isso é feito por meio de programas de treinamento que podem ser imersivos ou por meio de manuais. Podemos ilustrar planos imersivos como de novos franqueados McDonald’s que passam um período no centro de treinamento aprendendo toda a operação de uma franquia da rede. 

No entanto, para redes com modelos operacionais mais simples, treinamentos simples e disponibilização de manuais é o suficiente. Os manuais permitem que seja consultado sempre que for necessário os padrões da rede e o franqueador pode atualizar novos processos por meio desse formato. 

6 – Invista na divulgação da sua marca

Para poder chegar a novos investidores e colocar em prática a expansão da sua rede é preciso torná-la visível. Para isso, você necessita divulgar sua marca onde o público que busca franquias para investir está. 

Portanto, realize uma pesquisa do mercado e identifique os pontos estratégicos onde divulgar sua marca de acordo com seu foco de expansão. Uma forma de fazer isso é expondo sua marca e seu modelo de negócio em feiras de franquias. Essas feiras atraem empreendedores de todos os lugares e podem ser uma ótima oportunidade para iniciar sua expansão. 

Outra alternativa é expor sua marca em um portal de franquias especializado. Há diversos canais de negócio disponíveis na internet, agora que esse é o principal meio de fazer marketing. Porém, em portais de franquias você atrai um público qualificado que está em busca de investir em franchising de verdade. 

Sendo assim, além de obter um público qualificado, você cola sua marca em portais com autoridade no franchising. Isso gera uma credibilidade para a sua rede, tornando sua marca mais atrativa para investidores. 

7 – Aposte em inovação e tecnologia

Cada vez mais os empreendedores buscam negócios inovadores e conectados no ambiente moderno de negócios. A transformação digital tem impulsionado as marcas a atuarem de forma cada vez mais digital, automatizada e movida por tecnologia.

Por este motivo, procurar soluções que auxiliem na gestão da sua rede é uma ótima opção para expandir garantindo a manutenção da qualidade e padronização da rede. Além de obter maior facilidade, transformando processos repetitivos em automáticos, de modo que a gestão do franqueador seja apenas em fechar novos negócios e propor inovação na rede. 

Uma forma de fazer isso é por meio de um software para franquias. Esses sistemas são desenvolvidos com foco no franchising, propondo soluções específicas deste mercado. Quanto maior a especialização do sistema, mais eficácia trará ao crescimento da rede. 

Deste modo, sabemos que colocar em prática um plano de expansão não é algo simples. Exige dedicação e expertise da franqueadora, para que sua marca seja reconhecida e buscada por investidores. 

Sendo assim, invista no crescimento da sua rede de uma forma sustentável. Ou seja, coloque em prática uma expansão passível de ser controlada e bem gerida. Não adianta abrir expansão para o país todo se a sua capacidade de gestão não comporta esse avanço. Comece aos poucos e vá tomando conta do mercado progressivamente, ganhando espaço para estar entre as grandes marcas do franchising. 

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Você também pode gostar