A sua loja está sentindo os efeitos do showrooming?

Aproveite a oportunidade para adotar o comportamento a seu favor.

Você conhece o termo showrooming? Essa tendência, ainda recente no Brasil, é uma reação ao comportamento natural dos consumidores que se dirigem até a loja física para experimentar os produtos, tocar, medir, testar e vestir, mas acabam comprando por um preço mais acessível na loja virtual. Esse acontecimento tem feito os lojistas se preocuparem: será o fim das vendas em lojas físicas?

A internet mudou a forma como os consumidores pesquisam e compram os produtos, facilitando a busca pela melhor oferta, menor preço, maior rapidez da entrega, sempre levando em conta a opinião de outros consumidores. Por isso, não há para onde fugir: o fenômeno do showrooming deve acontecer independentemente do seu planejamento como lojista. Cabe apenas estar preparado para lidar com ele ou, melhor, adotar esse método para benefício próprio e de seus clientes.

Uma pesquisa realizada pela Conversant, em 2018, mostrou que as gerações mais jovens são mais propensas a praticarem o showrooming. Um número impressionante de 78% dos consumidores com menos de 35 anos compram na loja física e online simultaneamente e são 34% mais propensos do que os clientes mais a velhos a usar um dispositivo móvel dentro da loja. Essa não é necessariamente uma má notícia. Na verdade, tais dados podem ser usados como base para montar suas estratégias de venda.

O que já se apresentava como tendência ganhou mais impulsão durante a pandemia da Covid-19, quando os consumidores foram obrigados a abandonar as lojas físicas por um período. Portanto, mesmo os não tão jovens já se habituaram com o uso das tecnologias na hora de realizar compras. Os lojistas também tiveram que usar a criatividade para se adaptarem à nova realidade. Em outras palavras, não há porque temer: mais do que  nunca, o mercado está preparado para assimilar as vendas online com as offline e esse é o caminho que você deve seguir.

Acesse o infográfico: Impactos da Covid-19 para o e-commerce

O que você pode fazer para o showrooming não ferir seus negócios?

Você, lojista, não pode ignorar o fenômeno do showrooming e, sim, aproveitar-se dele. A melhor solução para esses casos é inserir-se no fluxo de vendas, criando uma loja virtual ou, caso você já possua, fazendo a integração dos dois canais. Confira os dados do e-commerce no segundo trimestre de 2020 neste infográfico

Além de proporcionar um ambiente onde o cliente se sinta à vontade para realizar compras, a plataforma de e-commerce pode tornar a experiência na loja física mais atrativa. Aproveite seus recursos, misture outras possibilidades tecnológicas e torne  o seu negócio omnichannel. Isto é, integrando comércio físico, comércio online e comércio móvel de modo a estar presente onde o seu cliente estiver e oferecer uma experiência de compra persuasiva e diferenciada.

A marca Zara aplicou essa estratégia em sua loja principal de Londres, integrando experiências de compra online e offline por meio de tecnologia digital. Os clientes podem receber compras no mesmo dia com um “braço robótico” que realiza pedidos na hora. No mesmo local, espelhos interativos detectam quais produtos os clientes estão segurando e exibem uma modelo usando as mesmas roupas com acessórios complementares. Os clientes ainda podem pagar dentro do aplicativo Zara ou por um assistente carregado de um Ipad. 

O cliente aproveita o benefício de conhecer o produto de perto e uma variedade de opções, sem a necessidade de enfrentar filas. A ansiedade por obter o produto certo, com o melhor preço, é minimizado para o consumidor, enquanto a marca obtém insights valiosos sobre quem são seus consumidores e como eles interagem com a marca.

Não é preciso alterar totalmente a dinâmica da loja física. A criação de alguns incentivos para integrar as duas lojas, como, por exemplo, oferecer ao consumidor a alternativa de retirar ou trocar o produto comprado online na loja física, pode favorecer a compra de outros produtos e, consequentemente, o aumento do ticket médio. 

É importante observar que esse exemplo não demonstra apenas o caso de uma loja física adotando o digital: são varejistas de diversos segmentos evoluindo para representar a melhor experiência omnichannel a seus clientes. Mesmo as lojas que partiram do online também sentem a necessidade de desenvolver pontos de contato físico para que seu cliente conheça o produto. O showrooming abrange tudo isso.

Integrar as duas modalidades de vendas alia a agilidade da plataforma de e-commerce com a necessidade de contato tátil e visual que muitos clientes ainda tem.

Leia também: Como uma loja virtual pode aumentar a venda na loja física?

Portanto, o crescimento do showrooming não significa o fim das lojas físicas. Atualmente, também existe um movimento contrário a esse: o dos clientes que pesquisam os produtos online, mas decidem ir até a loja física para finalizar a compra, fenômeno conhecido como webrooming. Vale a pena se preparar para ambas as situações.

Ficou interessado em aprimorar as técnicas de showrooming mas não sabe como começar? Deixe um comentário abaixo que os consultores da Flexy entrarão em contato. Você certamente vai precisar de uma plataforma de e-commerce capaz de realizar vendas omnichannel.

Comentar

One thought to “A sua loja está sentindo os efeitos do showrooming?”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Você também pode gostar