Marketplace de fornecedores homologados

Como garantir o padrão e a qualidade das franquias?

Quando falamos em franquias, logo pensamos naquelas empresas que “deram certo” e que resolveram replicar seu modelo de negócio para outros locais, expandindo suas áreas de atuação e fortalecendo suas marcas. Outra palavrinha chave associada a elas é a padronização – aquela certeza que o consumidor tem de que encontrará a mesma qualidade dos produtos ou serviços aonde quer que ele esteja!

O dono da franquia, que emprestou sua marca, seu know-how e seu modelo de negócio ao franqueado, precisa lidar diariamente com o desafio de manter a mesma qualidade que fez a primeira unidade ter sucesso. Como garantir que identidade visual, o sabor (no caso de franquias de alimentação) e até a comunicação com os clientes estejam sendo entregues da maneira adequada?

A solução que muitas empresas encontram é a homologação de fornecedores. Em outras palavras, as franquias escolhem as empresas que os franqueados deverão comprar seus insumos, maquinários, tecnologia e todos os serviços necessários para que ela funcione.

Limitar a escolha dos fornecedores é a garantia de vender a batata frita crocante em todas as unidades, a embalagem do bombom da mesma cor, divulgar a promoção com a mesma identidade. É também a certeza de que todos os produtos serão entregues no prazo – uma vez que os “fornecedores ruins” serão excluídos da lista. Finalmente, é a possibilidade de conseguir descontos, uma vez que as compras em grandes quantidades permitem negociação de preços.

No entanto, o processo de homologação nem sempre é tão simples e organizado dentro das empresas. Muitas delas desconhecem as soluções que automatizam os processos e facilitam a gestão de todas as unidades. É por isso que hoje vou falar de uma realidade que pode transformar o dia a dia das franquias: os Marketplaces de Fornecedores Homologados.

As vantagens de usarmos um sistema de venda online para homologar fornecedores vão além daquelas que eu citei anteriormente. Para explicar melhor, listei algumas abaixo:

  • Qualidade e Controle

Como já deixei claro, a homologação dos fornecedores está diretamente ligada ao controle de qualidade dos produtos e serviços que uma franquia oferece.

Em um sistema de marketplace, a plataforma permite que os próprios fornecedores façam o cadastro dos produtos. Por sua vez, o dono do portal – e também dono da franquia – tem autonomia para validar e aprovar a qualidade de todos eles, de acordo com a categoria de fornecimento.

No caso de franquias de alimentação, como há muita matéria-prima perecível, fica difícil para as unidades dependerem exclusivamente de um fornecedor estabelecido pela franqueadora. O dono do portal pode selecionar um número X de fornecedores de qualquer região do país, inclusive os mais próximos de cada loja, por meio de geolocalização.

É possível também controlar todas as compras feitas pelo portal e ter acesso ao estoque de todos os franqueados. Assim, o dono do portal fica sabendo quando é preciso fazer a reposição.

  • Comunicação Visual

As lojas podem até mudar de tamanho e lugar, mas a identidade visual da marca deve ser mantida. E isso é válido para todos os materiais de comunicação: display de lojas, flyers, banners, redes sociais e etc. Se uma franquia preza por padronização, ela deve selecionar também os fornecedores desse segmento.

  • Preço

Muitos franqueados acreditam que se encontrarem fornecedores por conta própria conseguirão preços menores. Mas isso não é verdade. Com a homologação, ganha-se o poder de negociação.

Isso ocorre porque toda a rede compra com a mesma empresa e, com isso, os preços podem diminuir devido à compra em grande escala. Em muitos casos, o franqueador já define em contrato os preços dos produtos, que não podem sofrer variação.

  • Comissões e Pagamentos

Outro recurso que facilita o dia a dia dos franqueadores é a automatização dos pagamentos aos fornecedores. Como a compra dos produtos é feita por meio da plataforma, o sistema faz a separação do dinheiro de forma automática.

O melhor é que como se trata de um marketplace, o franqueador pode receber comissões por todas as vendas realizadas no portal. Além de tudo isso, a tecnologia também ajuda a transferir o dinheiro proveniente dessas vendas automaticamente para cada parte recebedora. Sejam os fornecedores ou comissionados (franqueados).

Viu só? Sua franquia acaba de encontrar uma forma de garantir a padronização, a qualidade, produtividade e até mesmo conseguir uma renda extra por meio de um marketplace de fornecedores homologados.

Gostou dessa solução? A Flexy desenvolveu uma plataforma focada nas necessidades das empresas que vendem para outras empresas (B2B). Fique atento às improvisações! Para entender a diferença entre o e-commerce B2B e B2C, baixe o nosso e-book: B2B de mentira x B2B de verdade.

Entre em contato com a nossa equipe para saber mais!

Veja também!

Cristiano Chaussard

Especialista em E-commerce no Atacado, Marketing de Relacionamento e CRM pela ESPM e Gestão da Inovação pela USP, Fundador e Diretor de Expansão da Flexy Digital e Presidente ABComm/SC (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico em Santa Catarina).

One thought to “Marketplace de fornecedores homologados”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.