Os desafios do gerenciamento de fornecedores em redes de franquias

Os principais problemas encontrados pelos gestores.

Uma rede de franquias é capaz de levar uma marca a um território muito grande, às vezes, além do nível nacional. Essa expansão territorial tem diversas vantagens, mas também traz diversos desafios de gerenciamento. O dono da franquia precisa estar atento para garantir o suporte adequado aos franqueados e também para assegurar o padrão de qualidade de sua marca.

Um dos principais fatores que influenciam no padrão de qualidade é a escolha dos fornecedores. Os franqueados precisam encontrar empresas próximas que forneçam produtos de qualidade, a um bom preço. Por sua vez, os franqueadores precisam ter certeza de que as intermediações de compra sejam feitas da maneira mais rentável possível.

Abaixo, listei os seis principais problemas encontrados nessa relação entre franqueadores, franqueados e fornecedores e como eles podem ser solucionados.

Inclusive, já falei sobre esse assunto no Webinar – Central de Fornecimento Online para Franquias, onde apresento a solução de gerenciamento online para franquias. Vale a pena assistir para entender melhor!

1. Padronizar a intermediação das compras.

Principalmente em franquias menores, onde o nível de gestão não é tão avançado, é bastante comum que franqueado acabe comprando insumos para o funcionamento de sua loja de fornecedores com produtos mais baratos que, às vezes, comprometem a qualidade do produto final. 

A distância geográfica entre o franqueado e o franqueador favorece essa compra de produtos não sugeridos pela franquia. Sem uma tecnologia de gestão, o franqueador não tem controle do que está sendo adquirido, não tem acesso a dados e não tem informações sobre a qualidade do produto, dificultando a padronização da intermediação de compras.

2. Ranquear a qualidade dos produtos entregues.

Sem centralizar as informações de compra de toda a rede de franquias, o franqueador não consegue decidir quem são os melhores fornecedores, qual franquia está comprando mais e qual está fazendo o melhor negócio. Ainda que cada franqueado forneça um relatório de faturamento, como ter certeza de que os números correspondem à realidade?

3. Disponibilidade de estoque de produtos de cada fornecedor por região.

Sem dados de compra por cada região, principalmente das unidades mais distantes, torna-se difícil fazer o controle de estoque. Como saber quais são os itens mais vendidos por região  e aqueles que precisam de reposição?

4. Homologar novos fornecedores por região.

Muitas vezes, a franquia está distante da região onde o franqueado está, por isso, é difícil encontrar novas opções de fornecedores. Certamente, os franqueados dessa região têm muito mais know-how para encontrar os melhores. Por essa razão, por que não dar a eles a oportunidade de escolherem os fornecedores oficiais? 

Por meio da Central de Fornecimento Online, que disponibiliza as funções de cadastro de fornecedores por região, inclusive com a possibilidade de avaliação em relação à qualidade do produto, prazo e outros atributos, fornecedores podem passar por um processo de avaliação e homologação. Dessa maneira, encontrar novas opções fica muito mais fácil.

5. Fuga da rede.

Como já comentei, é comum que os franqueados deixem de comprar dos fornecedores homologados – aqueles selecionados pela franquia. Às vezes, isso acontece pela falta de produtos ou porque eles encontraram um preço mais baixo. Na maioria delas, esse franqueado está quebrando um acordo.

Com uma Central de Fornecimento Online, as regras sobre o que é permitido ou não estão bem claras, diminuindo a fuga de rede. Com o acesso às informações de compra e venda entre fornecedores, é possível analisar e descobrir onde a fuga está sendo praticada.

Leia também: O que é fuga de rede e como evitá-la?

6. Falta de controle sobre o número de transações e participação nas vendas.

Além de não poder analisar a quantidade real de transações financeiras, perde-se a chance de participar das vendas nessa intermediação: franqueado x fornecedor. Com uma Central de Fornecimento Online, há uma oportunidade financeira tanto para baratear os custos – já que ao fazer compras em grande quantidade de fornecedores delimitados é possível conseguirdescontos – quanto para participar do percentual de vendas nessas transações.

Como se trata de um marketplace, o franqueador pode receber comissões por todas as vendas realizadas no portal. A tecnologia também ajuda a transferir o dinheiro proveniente dessas vendas automaticamente para cada parte recebedora, sejam os fornecedores ou comissionados (franqueados). Todos saem ganhando!

Leita também: Franquias – Conheça o dinheiro que a franqueadora já tinha e nem sabia. 

#

Em resumo, a utilização de tecnologia para homologar fornecedores traz diversas vantagens:

“Os franqueados podem comprar de diversos fornecedores, consultar preços, disponibilidade e distância geográfica, além de fazer o pagamento pelo portal. Fornecedores podem cadastrar produtos e atualizar estoque de forma rápida e ágil. Franqueadores garantem uma gestão centralizada, controlam a qualidade de suas franquias e podem participar das vendas.”

Como já abordei em outros artigos, para que a Central de Fornecimento funcione com eficácia, é preciso contar com uma tecnologia robusta e flexível, capaz de unir todas as unidades da franquia, comunicar-se com fornecedores diferentes, em diferentes regiões, e realizar transações financeiras complexas que envolvem muitos lojistas.  Nesses casos, a plataforma de E-commerce OMS é a opção mais moderna e adequada para tal fim.

Sobre outras vantagens de montar uma plataforma online capaz de solucionar os problemas enfrentados por gestores de franquias, leia também o artigo: Marketplace de Fornecedores Homologados.

Não se esqueça de aprofundar o assunto no Webinar e tirar suas dúvidas aqui no blog! Muito em breve vou explicar melhor como a Plataforma Flexy pode te auxiliar a lidar com os desafios de  gerenciamento em redes de franquias.

Comentar

4 thoughts to “Os desafios do gerenciamento de fornecedores em redes de franquias”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Você também pode gostar