Quando devo trocar de plataforma de e-commerce?

Descubra se é a hora certa de encontrar outra solução.

Gestores de e-commerce precisam analisar diariamente todos os fatores que influenciam negativa ou positivamente a conversão de vendas, o objetivo mais importante no comércio eletrônico. Pode chegar um momento em que a sua plataforma de e-commerce comece apresentar limitações que comprometem as vendas e os lucros. Quando a situação é essa, vale a pena considerar trocar de plataforma de e-commerce. Será que é a hora certa?

É bastante comum encontrar empresários que iniciam um projeto digital com a opção mais econômica do mercado. Infelizmente, essas tecnologias não estão preparadas para o crescimento do negócio e eles acabam descobrindo isso  quando é tarde demais! Daí a importância de  escolher a plataforma adequada desde o início.

Falhas e outras dificuldades são normais e podem ser contornadas, mas algumas situações são um sinal vermelho de que, não importa o que você faça, o jeito será encarar os desafios de quem precisa fazer troca e procurar outra solução para o seu negócio

1. Instabilidade.

Toda loja virtual pode enfrentar problemas de instabilidade, principalmente em períodos de pico de acesso. Mas se isso acontece com frequência, prejudicando as vendas e gerando muitas reclamações, é sinal de que há algo errado. A plataforma do seu e-commerce precisa funcionar perfeitamente, sem comprometer as compras dos seus clientes.

2. Suporte fraco ou inexistente.

Quando você enfrenta algum problema técnico com a loja virtual, como é feito o suporte? Fique atento se eles estão deixando a desejar quanto às suas solicitações.

Sabemos que lidar com a linguagem de uma plataforma não é fácil. Portanto, é de extrema importância que exista uma equipe à postos para resolver problemas que você tenha com o e-commerce no futuro.

Se isso não está sendo oferecido regularmente, com toda atenção necessária, essa pode ser mais uma razão para trocar de plataforma.

3. Impossibilidade de fazer customização.

Você pode ter iniciado sua loja com um layout específico, mas se desejar aprimorá-lo para atrair novos clientes, se adaptar à novas realidades – afinal, o comportamento online muda muito rápido! – e fidelizar clientes, você precisa ser capaz de fazê-lo.

Uma loja sem identidade e com um design engessado, que não permita trabalhar com outras possibilidades e, principalmente, com inovações, pode comprometer a navegação do seu consumidor: afastando clientes e, consequentemente, fazendo você perder vendas.

Isto é, se sua plataforma não possibilita fazer customizações, esse é um grande motivo para considerar fazer a troca!

4. Limitação para crescer. 

Essa é uma das maiores razões para procurar outra plataforma logo! Se a tecnologia não acompanha o seu crescimento, ela nunca será sua aliada em vendas. 

Imagine que o seu e-commerce esteja acrescendo e surjam novas necessidades: novas integrações, novos recursos. É geralmente nesses momentos que você percebe as limitações da plataforma contratada: de cadastro (quantidade de produtos), de pedidos, de pageviews

Muitos fornecedores delimitam um número máximo e depois passam a cobrar mais pelo excedente. O serviço pode aumentar de preço ou o modelo de entrega pode se tornar menos vantajoso, fazendo com que os custos da plataforma já não se tornem compatíveis com o seu retorno. 

Outros fornecedores nem sequer têm capacidade para atender a esse aumento de demanda ou da complexidade do negócio. Existem plataformas simples que não conseguem fazer desenhos de vendas mais complexas. Se o projeto começa pequeno e escalona para algo mais complexo, com diferentes centros de distribuição, substituição tributária, necessidade de perfis de cliente personalizados, por exemplo, a plataforma que não está preparada e não tem estrutura para isso, não vai conseguir atender esse projeto maior, e haverá a necessidade de mudança.

Outros motivos.

Há ainda outros fatores que você deve considerar:

  • Gestão complicada: é fundamental que o painel administrativo para cadastrar os seus produtos ou acompanhar os pedidos sejam simples, claros e fáceis de usar. Se isso não acontece, você pode acabar perdendo o controle.
  • Dificuldade para fazer integrações: integrar perfeitamente o e-commerce com sistemas de ERP, pagamento, segurança ou marketplaces, por exemplo, requer uma plataforma robusta. Se essa não é a sua realidade, é preciso procurar outra que atenda à essa necessidade com qualidade.
  • Mensalidade abusiva que cobra percentual sobre a venda: é preciso ficar atento pois ao contratar esse tipo de plataforma, você está levando junto um “sócio” que participa do seu lucro.

Trocar de plataforma de e-commerce não é fácil e exige muita paciência! Na maioria dos casos, é como se você tivesse que iniciar um site do zero – o que pode levar de vários meses. Mas se essa é a única alternativa para melhorar a experiência do consumidor e não prejudicar suas vendas, chegou a hora de mudar! 

Para ajudar você a entender a diferença entre as plataformas disponíveis no mercado, e decidir se é melhor trocar de plataforma de e-commerce, leia o artigo: Por que os preços das plataformas são tão diferentes? Lembre-se que ao escolher um fornecedor, é mais importante considerar o nível de serviço do que o portfólio. Entre em contato aqui caso queira conhecer melhor a Plataforma Flexy.

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Você também pode gostar