Quais departamentos devo criar para o meu portal B2B funcionar?

Saiba como gerenciar o e-commerce B2B da sua indústria

Você já escolheu a melhor plataforma de e-commerce B2B para a sua indústria. Agora, precisa iniciar os trabalhos e preparar a equipe para as possíveis mudanças internas. Sim, elas virão. Mas, acredite: organizar a gestão desse projeto não é difícil e só trará benefícios.

Você está pronto – ou quase pronto.

Para integrar a nova plataforma à dinâmica da empresa, alguns departamentos demandarão maiores cuidados. A boa notícia é que se você já comanda uma indústria, provavelmente está habituado com as diversas atividades que um comércio eletrônico precisa para funcionar. Isso tornará o processo de implementação muito mais fácil:

  1. Em uma indústria madura, o cadastro de produtos está praticamente pronto: catálogo, periódico e descrição dos produtos já existem. O comércio B2B já está sistematizado o suficiente para iniciar as vendas online – diferente de um modelo B2C, que precisa começar o processo do zero.
  2. Os departamentos dentro de uma indústria são muito semelhantes aos departamentos necessários para lançar o e-commerce. Principalmente quando o assunto é controle de estoque e logística. O varejo não está acostumado a trabalhar com estoque de saída: a entrega é feita na mão do cliente, em uma sacola, na loja física. Na indústria, o estoque é embalado para entrega por caminhão e transportadoras. Isto é, o produto pronto pra expedição já é tradição.
  3. Por fim, uma indústria já possui todos os profissionais necessários para operar um e-commerce, principalmente se as funções já estiverem bem especificadas. Podemos citar algumas: administrador financeiro, compras, cadastro de produtos, estoquista, expedição para picking e packing, precificação, promoção, tecnologia, marketing, logística, análise de crédito.

Alguns outros profissionais poderão ser necessários depois do início do projeto, como o Analista de Fraude ou o Gerente de E-commerce. Ainda sim, o reaproveitamento dos seus funcionários e departamentos é o melhor caminho para gerir o novo portal, com o menor custo.

E agora?

Com a equipe formada, recomenda-se a terceirização de alguns serviços cruciais para o bom funcionamento da plataforma:

  • Transportadora – A maneira mais econômica é contratar um serviço de distribuição/frete já pronto.
  • Agência de Marketing Digital – Imprescindível para o sucesso da plataforma online.
  • Sistema de e-commerce maduro – Em vez de sobrecarregar a equipe de tecnologia da sua empresa, garanta uma plataforma pronta e completa.

 

DICA 1 : Se sua plataforma for completa e preparada para o complexo mercado B2B, você já terá meio caminho andado. Com tecnologia robusta e madura, você não precisará de uma megaestrutura nem de uma equipe muito grande para fazer o portal funcionar. Um sistema autônomo poupará, inclusive, o trabalho da sua equipe de TI.

DICA 2: Depois de lançar o portal de vendas online, divulgue! Tanto em mercados B2B quanto em B2C, esse é um erro comum. É preciso investir em publicidade para mostrar que é possível também comprar o seu produto pela internet.

Alguns desafios podem surgir no caminho. O maior deles são os possíveis conflitos de canais: representantes, distribuidores da indústria e outros intermediários podem se sentir ameaçados pela novidade. A solução é simples: incluí-los totalmente no processo de vendas. Para saber como, leia mais no blog.

Lembre-se: o portal online pretende somar os esforços de venda e não dificultar os processos.

É muito importante também que um portal B2B seja interligado com o sistema ERP – Sistema de Gestão da Indústria – para garantir maior precisão operacional e maior segurança.

+ Leia também: Integração entre e-commerce B2B e ERP gera benefícios

E para garantir ainda mais o sucesso do portal: não esqueça de que os compradores de revenda não estão acostumados a operar uma venda na indústria. Essa função era realizada pelos representantes. Por isso, o ideal é que a plataforma de e-commerce seja a mais parecida possível com a do comércio B2C, uma vez que eles também são compradores do varejo e estão habituados com esse formato.

Não me sinto pronto!

Pode ser que ainda haja resistência por parte da empresa para romper a antiga cultura de vendas, seja por:

  • Dificuldade em encontrar profissionais qualificados para gerir o portal;
  • Insegurança em relação ao potencial do e-commerce;
  • Falta de flexibilidade organizacional para introduzir novos processos.

Para essas situações, há duas soluções: terceirização completa (até mesmo da gestão) ou criação de uma startup dentro da sua organização. A primeira opção pode ser uma estratégia extremamente cara. Para se ter uma ideia, encontram-se percentuais entre 25% a 35% de participação do negócio. Por isso, a segunda opção é a mais indicada.

Quando uma empresa não consegue trazer novidades ou tem dificuldades em alterar uma estrutura operacional, o ideal é que ela crie uma startup a partir desse projeto que viabilize desrupções em relação aos processos já estabelecidos pela indústria.

A sua nova startup possuirá flexibilidade organizacional e agilidade de execução que permitirá velocidade na adaptação do negócio aos novos produtos. No caso, ao novo portal de vendas online. Para os céticos e os inseguros, essa é a melhor maneira de se acostumar com as mudanças e fazer testes internos.

Pode confiar.

Indústrias maduras têm o potencial para organizar a gestão do e-commerce sem grandes mudanças internas. Confie na experiência da sua equipe para fazer o novo portal funcionar: essa é a melhor solução.

Apesar dos desafios, os benefícios que a implementação do e-commerce trará para a sua indústria são infinitamente maiores.

Além de possuir um sistema de e-commerce ideal para o mercado B2B, a Flexy Digital acompanha a implementação da sua plataforma do início do projeto até sua publicação. Seja durante o treinamento da sua equipe ou na formação de uma startup. Agende uma conversa com algum de nossos consultores aqui.

+ Leia também B2B de verdade X B2B de mentira: plataforma de e-commerce ideal para a indústria

+ Leia também: por que contratar uma empresa de consultoria para vendas online?  

 

Comentar

4 thoughts to “Quais departamentos devo criar para o meu portal B2B funcionar?”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Você também pode gostar